• Idoso

CAOP Informa

06/08/2021

14ª PJ de Maringá ajuíza ACP para interditar ILPI além de ter pedido de prisão da responsável pela instituição deferido

Ao tomar conhecimento acerca da morte de um idoso de 91 anos, que residia em Instituição de Longa Permanência para Idosos (ILPI) de Maringá, com notícias de maus-tratos e agressões físicas, o MPPR, através da 14ª Promotoria de Justiça de Maringá, ajuizou Ação Civil Pública com pedido de interdição da ILPI (autos nº 0015013-35.2021.8.16.0017).

As violações aos direitos do idoso foram descobertas após a vítima ser encaminhada ao hospital em razão de fratura no fêmur, momento em que se verificou a precariedade de suas condições de higiene, além dos relatos à família sobre violências físicas e psicológicas por parte das proprietárias e de funcionária da instituição. Além da atuação em âmbito cível, o MPPR obteve a prisão preventiva da responsável pela instituição. Para saber mais, clique aqui.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem