• Idoso

CAOP Informa

16/12/2021

Organização Mundial da Saúde revisa possibilidade de tratar velhice como doença

Após sofrer pressão internacional de diversas entidades da sociedade civil, a Organização Mundial da Saúde (OMS) reviu a decisão de incluir a velhice como doença na Classificação Internacional de Doenças (CID).

No Brasil, em Audiência Pública na Câmara dos Deputados, realizada em 15/07/2021, essa proposta foi debatida, ocasião em que parlamentares e especialistas posicionaram-se contrários à decisão, pedindo que a OMS revisse a decisão.

O objetivo da Organização Internacional era substituir o termo “senilidade” (código R-54) pela expressão “velhice sem menção de psicose; senescência sem menção de psicose; debilidade senil” (MG2A).

Em que pese se tratar de termo eminentemente técnico, contando a CID com um conjunto de 55 mil códigos usados por profissionais de saúde, é certo que o diagnóstico poderia envolver o tratamento de velhice como uma espécie de doença, o que se repugna.

O texto sugerido após esta última revisão foi “declínio de capacidade intrínseca associada ao envelhecimento”, o qual pode sofrer alterações até o fim do ano.

Para saber mais, clique aqui.

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem